HOJE É...

Horas das principais capitais mundiais

Tempo deste blog no ar

Ferrorama...

Ferrorama...
Grandes brinquedos, que se toranram clássicos, não mereciam sair de circulação. Clássicos, devem sempre ter continuidade.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Celular LG MG160b: "Escapando de um possível acidente"

Ano passado, minha mãe chegou de uma viagem de 4 meses, lá por Fortaleza, trazendo dois celulares da LG, que ela ganhou.

Um deles, que pertencia à um primo meu, o Tales, que havia encostado ao esquecimento, foi dado à minha mãe, até porque, ele estava ciente da situação do celular que minha mãe portava. ela aceitou, até porque, era um presente, mesmo já sendo usado.

O modelo do celular, é um LG MG160b. Bem pequeniinho e compacto, só tendo mesmo, o básico. Era bloqueado da Claro, mas chegando aqui, desbloqueamos.

Como já era um usado, sua bateria já estava desgastada, até que chegou o ponto de não suportar mais carga, mesmo conectado ao carregador. E em agosto de 2009, compramos uma nova bateria.

Só que de lá pra cá, percebi que mesmo com a bateria nova, vinha percebendo que a mesma descarregava rápido. Mas acabei deixando o assunto de lado, até porque, não conhecia como é o procedimento de carregamento, em função stand-by, dos aparelhos da LG, pois preferencialmente só uso celulares da Nokia.

Só que não voltei à loja para trocar a bateria, quando percebi que a mesma descarregava rápido, mesmo sem usar, depois de 4 ou 5 dias, até que o intervalo dos dias foi diminuindo.

E outro asunto que me chamou atenção, foi o fato de muitas vezes, eu colocar o celular para carregar, e o carragdor ter dificuldades de conduzir energia ao aparelho. E quantas vezes já fui enganado, achando que o celular já estava carragnado, e nem sequer tinha recebido carga. E assim lutava para fazer com que o celular recebesse a energia. E mesmo assim, durante o procedimento de carregamento, só escutava sons do aparelho de que o carregador estava conectado.

Pois bem. Recentemente, numa dessas lutas para botar este celular para carregar, a pecinha que recebe o carregador, quebrou-se, impossibilitando-me de executar a ação.

Minha mãe levou-o para a assistência, e me falaram que não tinha mais jeito. Aliás, jeito tem, só se soldar a pecinha, mas poderia queimar o display do celular. Outra forma, seria comprar um carregador externo de bateria, mas aí vai se saber quanto custa isso? Se for um preço acima de R$ 50, é melhor comprar um aparelho novo, porque não seria só comprar este carregador, pois também um nova bateria.

Infelizmente, relaxei neste assunto. Deixei a garantia da bateria passar e a minha desconfiança sobre ela estava correta. Sempre achei que esta bateria tinha algo de estranho, pelo seu comportamento de descarregar rápido - o mesmo acontece com o celular novo da minha mãe, que é da Nokia.

Na assistência, ao verificar a bateria, foi percebida que ela realmente estava anormal: está estufada. Sabe o que isso poderia acontecer? Uma explosão: ou na minha mão, ou no meu ouvido. Já imaginaram o prejuízo deste descuido?

Sempre vi certas notícias de celulares que explodiram enquanto eram carregados e/ou usados durante o processo de carregamento. Há no manual de instruções que é recomendado carregar celular desligado e não fazer o seu uso durante este processo, para evitar possíveis choques e acidentes.

Parece que o destino me protegeu desta surpresa, pois quantas vezes eu coloquei este aparelho da LG para carregar, e até usá-lo durante o processo de carregamento. E nas tentativas de fazer com que ele fosse carregado, poderia ter ocasionado um acidente. E mesmo ciente que isso não é correto, ainda sim, cometia este erro.

Aqui em casa, tem 8 aparelhos ativos de celulares. 3 deles com números para contatos lá de fortaleza. Os outros são destinado ao estado de Pernambuco mesmo. Mas não sei pra quê tantos, mas tudo isso se deve as vantagens de cada operadora. E tambe´m, pelo fato de muitas pessoas só ligarem para celulares da sua mesma operadora, por conta das promoções.

Pois é isso, gente. Muito cuidado quando forem colocar seus celulares para carregarem. Mas nunca, em hipótese nenhuma, usem-o durante o processo de carregamento. E se tiver uma certa urgêcnia em realizar uma ligação, desconectei da tomada, pois fazer ligação durante um carregamento, pode ser que haja uma sobrecarga, levando a bateria a explodir e você se acidentar.

Vamos evitar surpresas. E mesmo ciente disso, ainda sim estava cometendo este grave erro. Escapei de um possivel acidente. Fica a dica.

E outra: como este celular não foi comprado por mim, não tenho os documentos dele, pois caso me acontecesse algo, poderia entrar com uma ação contra a empresa LG e este modelo de celular que poderia ter me causado um acidente - lógico, isso se tivesse dinheiro para um bom advogado e todo o processo de anos, até receber uma indenização.

Então, aos pobres, é bom evitar surpresas, pois tudo ficará no prejuízo, mesmo ciente dos seus direitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário